Notícias

Ministro Noronha, presidente do STJ, valoriza a importância da utilização da inteligência artificial para triagem e seleção de matérias repetitivas

No evento Encontro Nacional de Tecnologia, Inovação e Cultura da Advocacia-Geral da União (Enastic AGU), o Ministro Noronha abordou o investimento em tecnologia durante sua gestão à frente do STJ, que proporcionou celeridade e qualidade no trabalho.

O uso da inteligência artificial é ponto sensível atualmente, por um receio de perda de qualidade na prestação jurisdicional. Acerca disso, o Ministro comentou que a ferramenta não elaborará decisões, apenas proporá informações sobre as teses existentes acerca das matérias discutidas nos processos, de modo que “a decisão será sempre humana”.

Um dos interessantes pontos destacados foi a utilização da inteligência artificial para a triagem e seleção das matérias repetitivas, com consequente redução do número de processos no Tribunal.

Na triagem e seleção de matérias, o instrumento de fato pode ser bastante útil para facilitar a sistemática de julgamento de matérias repetitivas, como o incidente de resolução de demandas repetitivas e os recursos especiais repetitivos. Por consequência, são favorecidos o tratamento isonômico aos jurisdicionados e a eficiência na prestação jurisdicional.

Consulte a notícia em: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/02072020-Presidente-do-STJ-destaca-importancia-da-inteligencia-artificial-na-gestao-e-no-planejamento-da-Justica.aspx

STF decide: compete à Justiça Comum o julgamento de ações sobre cobrança de honorários advocatícios ajuizadas contra sindicatos

Ministro Noronha, presidente do STJ, valoriza a importância da utilização da inteligência artificial para triagem e seleção de matérias repetitivas

TRT10 determina incorporação de gratificação de função na vigência da Reforma Trabalhista: direito adquirido